Imprensa Sindical

Home

Governo Temer anuncia 57 privatizações


//Um dia após anunciar a privatização da Eletrobras, o governo Temer anunciou dia 23 de agosto um pacote com 57 projetos de privatizações e vendas de empresas públicas, órgãos e aeroportos. Além de 14 terminais aeroviários –incluindo o aeroporto de Congonhas–, e 11 blocos de linhas de transmissão de energia elétrica, Programa de Parcerias de Investimentos (PPI) também privatizará a Casa da Moeda, órgão que produz o dinheiro que circula no País. Segundo o pronunciamento, o calendário do governo prevê que o edital para todos os terminais será publicado no segundo trimestre de 2018. Já o leilão ocorrerá nos últimos três meses do ano que vem.


SÃO PAULO

São Paulo terá o primeiro fundo imobiliário público do Brasil

Geraldo Alckmin

SÃO PAULO-SP

Prefeitura lança programa Profissão Cidadão com 3.500 vagas de capacitação para jovens e adultos

João Doria,

COREN-SP

Violência não resolve

Fabíola de Campos

LU ALCKMIN-SP

Praia Grande recebe a 5ª etapa regional dos Jogos Regionais do Idoso

LU ALCKMIN-SP

SECOVI-SP

Solução para o País é cortar despesa e não aumentar impostos

Flavio Amary

SINTEPAV/BA

Celebração Ecumênica marca os 25 anos de fundação do Sintepav BA

Irailson Warneaux (Gazo)

GRÁFICOS-SP

GETÚLIO criou, TEMER destruiu

José Alexandre da Silva

SINDUSCON-SP

Reforma da Previdência é inadiável

José Romeu Ferraz

PRAIA GRANDE-SP

Geração de empregos na Região Metropolitana da Baixada Santista

SINDUSCON-MG

Cooperativa de compras do Sinduscon-MG movimenta R$ 4 milhões em seis meses

Juliano de Noronha Graça

GUARULHOS-SP

Prefeitura de Guarulhos investe na inclusão digital

Prefeito de Guarulhos, Guti

SINDIQUÍMICA-BA

Funcionários do ramo químico da Bahia iniciam campanha salarial

SUPLICY

Democracia perde com Conselho Participativo menor

Eduardo Suplicy

CUT-SP

Lutar sem jamais perder a esperança

Vagner Freitas

DAVID UIP-SP

Pró-Sangue registra queda de 50% do estoque

David Ewerson Uip

BAHIA

Linha 2 do metrô de Salvador avança e tem mais quatro estações prontas

Rui Costa